C’est la vie

Moça a moda antiga. Conservada
Moça conservadora. Conversadora
No vai e vem do dia, bota e tira
Roupa, maquiagem, sapato… Parafernálias sociais

Busca alternativas

No cabelo uma rosa, como das que enfeitam os jardins
No rosto, usa preto, vermelho, branco ou qualquer tom que a torne mais bonita
Mas não importa o esforço, permanece invisível
Misto de paixão e solidão, quando tudo se perde
Só a morte parece certa

Então se veste como ela
Mas faz marcas eternas
No corpo, na mente, na vida
Agora, nada apagará a memória
Impossível de tirar
Impossíveis de esquecer

Moça marcada. Tatuada
História contada na pele. Conservada para sempre
Tudo se troca. Tudo se põe e tira
Ou quase tudo.

por:Érika Ribeiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s